A vida de uma menina mulher contada de uma outra forma...

27
Out 08

Lá fora, espreito e o sol desafia-me a sair.
Deixa-me respirar fundo para a pouco e pouco sair da concha. A rebeldia invadiu-me os sentidos e as entranhas...novamente!
Perdi a cabeça e chutei a tristeza para outro lugar. Descobri-me a mim, renovei a inspiração e no meio desta confusão, e de tanto senão, descobri a amizade...este amor no estado mais puro!
Um amor amigo, um profundo respeito, alguém que admiro e que tem grandes conceitos. Conceito de vida, conceito de paz, sabedoria de mestre, experiências e uma perspicácia sem fim, carisma estridente e tão bom rapaz! Alguém que me puxou e para cima me elevou!
Sem sequer me tocar mas sempre a encantar este amigo ficou!

A rebelde teve uma nuvem que a atormentou nestes últimos tempos. Para ajudar e não quero estar novamente a repetir que perdi alguém que me era deveras importante.

Mas a vida é assim mesmo cheia de altos e baixos, e temos que nos agarrar aos amigos! Sim, tenho que agradecer a um ser muito especial que me deu um abanão e me fez ver que não me poderia isolar sem procurar ninguém. Isolar no sentido de não falar no que mais fundo me ia na alma. E com alguma leveza expulsei para fora  e essa fantástica pessoa pôs-me a pensar nas suas palavras e isso às vezes é importante.
Quero agradecer a esse amigo, a esse amigo sem rosto mas por quem tenho uma estima e um carinho imenso. E penso que nem ele têm noção do quanto me ajudou nesta fase menos boa.
É uma amizade pura, sem segundas intenções, coisa que hoje em dia já não é fácil de encontrar.
A ti que me puxaste pra cima...
A ti que me fizeste olhar pra dentro e ver a verdadeira pessoa que sou e por vezes não dou valor...
A ti que mesmo longe sempre tiveste uma palavra, uma preocupação...
A ti que sem pedir nada em troca dês te me tanta boa energia e vibração...
A ti que por muito estranho que pareça às vezes as pessoas que não nos conhecem são aquelas que melhor olham e avaliam com frieza a situação...
A ti que só tenho duas palavras a dizer: MUITO OBRIGADO!!!!

 

publicado por pequenarebelde às 18:32
sinto-me: Agradecida e aliviada
tags:

7 comentários:
Olá Pequena Rebelde como fico contente por estares a recuperar do teu estado de alma mais sombrio.Beijinhos.
maria de fátima a 27 de Outubro de 2008 às 22:02

Olá Maria de Fátima,
Sim finalmente este estado sombrio passou e mais fortalecida regressei.
Já vi o teu cantinho de passagem mas não comentei. Vou passar por lá com olhos de ver e comentar.
Obrigada por comentares sempre o meu cantinho.
beijinhos rebeldes
pequenarebelde a 28 de Outubro de 2008 às 14:28

mimi, estou desapontada...por mais que me esforce não sei que raios se passa que não consigo comentar o teu blog. mas gostei.
Beijocas e continua a mostrar-nos um pouco de ti
pequenarebelde a 30 de Outubro de 2008 às 18:21

Rebelde.
Ainda aqui ando, minha menina tão querida. Meu doce amor de amiga pura e bela. Os meus olhos traem-me ,de tanta vivência era para se manterem frios. Mas que queres sinto uma comoção enorme por te ver rebelde e confiante na crista daquela onda que me salpica o olhar de alegria. É uma onda imensa e vais no cimo dela rumo ao teu destino que é rico em beleza e concretização de sonhos.
Como estou feliz neste momento, amiga, como se fosses minha amante, minha filha, minha neta mas sentir-te minha amiga, imbuída da pureza desta amizade que construímos a pulso, é a súmula da minha felicidade deste momento.
Não pára mais, amor amigo, não pára mais senão o barco pode naufragar.
Não, não queiras fazer o túnel, é aí na crista que vais bem, para que te vejam quem te fez ou quer mal. Para que vejas bem os obstáculos. E depois, na crista dessa onda imensa sentes-te grande, poderosa, alma invencível da tristeza que se afasta de te ver.
Estou a escrever palavras à luz do ecrã porque a luz incomoda os outros de mim e estou tão exaltante de alegria que não sei o que escrevo, sei que é de ti, sei que é para ti e que conseguimos. É o que me diz este teu grito. É o que sinto, minha querida amiga .
Agradeço as palavras que não são de todo merecidas, porque é de ti que emerge essa energia renovada, essa energia arrancada do fundo da alma, ou pela alma do fundo das tuas raízes.
E não te esqueças, quando chegar a hora de fazer o novo balanço, de todo positivo, vamos os dois ao sitio
onde descansa o corpo, para que a alma desça e se apazigue de te ter visto tão desalentada.
Amiga do meu coração, um beijo enorme e um abraço confiante na totalidade de ti.
Eu amo a tua alma de amigo para amiga e desejo tudo de bom para ti.
Beijinhos
NEOABJECCIONISMO a 28 de Outubro de 2008 às 01:21

Querido Neo,
a cada palavra tua que leio apetece-me dizer-te és grande! Alma imensa e desancorada.
Conseguimos amigo, aclancei novamente a paz de espirito e o equilibrio que precisava, estou novamente na crista da onda e ainda mais rebelde :D
Não vou voltar ao tunel, não posso deixar denovo esta tormenta passar por mim!
E como sempre tiveste a meu lado e entraste no túnel para me puxares a mim, isto porque a tua experiencia talvez saiba o quanto doi lá dentro. Não é uma dor fisica mas uma dor de alma, que ainda é bem mais dolorosa!
É claro que não poderia deixar passar em claro e agradecer toda a tua preocupação pra comigo...
Decifraste-me nas entrelinhas e des-te me a mão...irei agradecer todas as tuas palavras eternamente!
Um enorme beijo amigo, de amiga que tanto te estima e acarinha!!!!!

Linda, linda, linda....
Agora é tempo de alegria e de viver.
Beijo grande da emoção de ser amigo de uma alma tão pura.
romanesco a 28 de Outubro de 2008 às 15:19

Olá Pequena Rebelde obrigada por teres gostado do meu blogue.Não consegues deixar comentário porque não é um blog do Sapo.Mas sempre que quiseres podes escrever-me para o e-mail:mimi93@live.com.pt
Beijinhos.
maria de fátima a 31 de Outubro de 2008 às 11:24

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
17
18

19
20
22
23
24
25

26
28
29
31


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO