A vida de uma menina mulher contada de uma outra forma...

24
Set 08

Paisagens plana de chão amarelado! Clima diferente e inconstante! Neblina devastadora que põe em mim uma preguiça imensa! O cheiro citadino altera conforme a estação. Por todo lado se ouvem ecos daqueles que iniciam a vida académica. O frio lá de fora aconchega o meu coração!
Perdida em pensamentos nem te vejo chegar...abusas de mim como ninguém o fez outrora...
Perco-me nas tuas palavras ébrias do teu ser...
revelas te e deixa-me assim...sem saber se riu, se choro, se brinco se falo sério!
Menino meu com ar vibrante que alegra a minha vida e lhe dá uma lufada de ar fresco, vem até mim!
A vontade de te ter apavora-me e encanta-me! Descalça de alegrias ando vagueando pelas ruas plenas de novidades! Grito e ninguém escuta, ninguém ouve!
A beleza constante desta vida pura, com altos e baixos mandou-me abaixo...rebelde de ti, encosto-me a ti e procuro conforto! A vida sorri, e eu também...contudo o vazio, que é mais que sombrio, juntou-se a mim!
Forças não sei de onde levantam as mãos e fazem-me olhar. Agradecer a Deus pela solidão de poder parar e sonhar!
A vida não se alterou apenas mudou e isso ajudou, que agora penso que talvez não queira voltar lá ao fundo, a este poço sem fim.
A este suplicio, ou sacrifico de fugir de mim...
Rebelde que sou, agito a vida e deixo rolar...
Agito-me assim, sorrio sem fim e volto a brilhar!!!

publicado por pequenarebelde às 17:32
sinto-me: tranquila
música: resistência - Timor
tags:

18
Set 08

Arrasto sem saber pra onde vou,

vivo apenas ao sabor do vento,

Creio em dias melhores porque estes estão cinzentos,

Vibro embalada pelo dia

Em que te possa ver chegar

Abraçada a esta crença que tanto tarda em chegar.

Olho, olho e nada vejo,

nem a esperança vejo mais,

onde pairas menina moça,

Que tanto amava o brilho do Luar.

Cansada ando eu

de viver sem nenhum sentido,

sonhos que não são meus

entopem me os sentidos!

Passo a vida a lutar,

Não sei bem contra o quê,

até já estou a desarmar

e a desistir deste querer

VIVER!!!

 

Porque nestes últimos tempos a rebelde sentem-se um pouco desactualizada desta sociedade....

Porque nestes últimos tempos não me sinto a viver...sinto-me a empurrar os dias com a barriga...

Porque nestes últimos dias nem sorrir eu sou capaz

 

beijinhos e volto em breve com novo astral:D

 

 

 

publicado por pequenarebelde às 18:50
sinto-me: em manutenção
música: bad girl

12
Set 08

O friozinho que entra pela porta até aconchega a alma! As folhas caídas e meio amarelas denunciam o que todos já sabemos! Acabou o Verão...ou melhor está a chegar o Outono!
Prendo-me a ti rindo porque o teu corpo aquece o meu! Aqueces-me as entranhas...
O teu sorriso ao olhar para mim demonstra aquilo que teimo em não acreditar! Sim, sei que sou um osso duro de roer. Não deixo entrar com facilidade mas também não deixo de viver.
Hoje deste-me na cabeça...Compreendo-te.
 Mas o meu sorriso matreiro findou-te e alcanço-te dentro dessa bolsa que tens à tua volta!
A noite entra de surra e a Lua espreita-nos o rosto...
Deusa da noite, poderosa activa-nos os sentidos. Iluminados brincamos os dois esquecendo o resto do mundo que gira à nossa volta!
A noite revela-se misteriosa mas nem damos por isso! Paramos junto ao rio que ainda se torna mais bonito sobre o reflexo da poderosa Lua...rebelde brinco contigo e empurro-te, que acabas por molhar os ténis....
Sem meias medidas puxas-me e junto-me a ti...
Arrepiada até ao infinito, começas-me a beijar....o carinho, a beleza e a simplicidade deste amor fascina-me tanto que começo a achar perfeição a mais........
Mas que importa...penso...a lua abençoa-nos! Já despidos e suados, tornas-me a puxar o assunto e aproveitas o silêncio da noite para me apertares junto a ti...Apertas-me tanto que brinco a dizer que me sufocas...
Olho para ti e os teus olhos brilham tanto que me deixam enfeitiçada...
Sim sei que depois mudas! Essa faceta carinhosa acaba sempre por retrair-se....
eu sei sim...a minha independência...a minha fortaleza
Mas já te provei que também sou humana....lembras-te o quão assustado ficas-te quando me ligaste e eu chorava compulsivamente?  Sim também eu tenho esses dias...raros, tal como dissestes mas também os tenho!  Falaste-me de tudo um pouco...inclusivé falas-me vezes sem conta da questão de ninguém saber de nós...Não é tão giro?? Esta nossa cumplicidade que nem os amigos percebem??O teu problema?
É que fundo do teu peito custa a acreditar que uma mulher possa ser feliz assim...

 

E agora quero mandar beijinhos para todos e desejar um bom Fim de Semana;

Amigo e querido Neo, não estou esquecida, ando é sem tempo nenhum....
Amigo sonhadoremfultime, espero que os teus familiares estejam bem melhor e que tenhas sucesso nesta nova estreia;-)

a todos que passam beijocas rebeldes

publicado por pequenarebelde às 18:47
sinto-me: encantada
música: U2

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
19
20

21
22
23
25
26
27

28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO